Lee Oliveira | Dolce & Gabbana

Lee Oliveira desfila para Dolce & Gabbana!

Lee Oliveira desfilou para Dolce & Gabbana hoje em Milão (Divulgação Now Fashion)

O fotógrafo, stylist e consultor criativo está entre celebridades e fashion influencers escolhidos pela marca para o desfile masculino que aconteceu, dia 14 de janeiro.

A tradicional marca italiana tem fortalecido laços com grandes personalidades que se tornaram influenciadores do mundo digital. Para o Dolce & Gabbana Fall – Winter 2017/18 Men’s Fashion Show, celebridades e influenciadores da moda reconhecidos mundialmente foram os modelos da coleção. Lee Oliveira foi escolhido pela dupla que comanda a label por sua expertise na indústria da moda e fez parte do casting que desfilou a nova coleção, em Milão, Itália.

Na sexta-feira, Lee participou das provas de roupas e ensaios, “é uma honra ser convidado para um projeto como este, que une os dois pilares do meu trabalho, moda e digital” ressalta Oliveira.

O desfile aconteceu sábado (14), às 14h de Milão e 11h no Brasil.

👌👏👏👏👌

Chiara Ferragni na capa da Glamour Brasil de Outubro!

A digital influencer Chiara Ferragni é a estrela da capa da edição de outubro da revista Glamour. Aos 29 anos, a empreendedora milionária figura na lista das 30 pessoas mais brilhantes com menos de 30 anos da Forbes e é até tema de estudo em Harvard. O cenário escolhido para o editorial da publicação foi a piscina do Copacabana Palace.

Capa Glamour Brasil – Créditos: Fabio Bartelt

Chiara Ferragni na capa da Glamour Brasil de Outubro

Release!

Quer dizer que essa é sua 6ª vez no Brasil? Ah, vocês têm um lugar especial no meu coração. Amo o quão pra cima e charmoso o povo brasileiro é. Sempre sinto uma energia tremenda quando estou por aí e é por isso que sempre volto!

Bom… Fuçamos todo o seu blog e achamos seu primeiro post, lá em 2009. Ele dizia que você tinha lançado aquele espaço “guiada por uma necessidade de comunicação e personalização”. Traduz pra gente, per favore? Quando dei início à essa fantástica aventura online, ainda estudava direito em Milão, mas queria criar um lugar só meu, onde pudesse dividir minha paixão por moda e viagem. Tudo começou com uma conta de Flickr, em 2006, acredita? Daí, me inspirei nas blogueiras americanas para dar um passo além. Eu e o Riccardo Pozzoli [seu namorado na época e co-fundador do site] começamos o The Blonde Salad com apenas US$ 10! [Uma matéria recente do WWD revelou que, só no ano passado, sua empresa fez US$ 10 milhões].

Passava pela sua cabeça que você podia fazer dinheiro com o blog? Não sabia o que esperar, sério. Como fui uma das primeiras blogueiras, os caminhos ainda eram desconhecidos. Notei que algumas marcas estavam interessadas no que estava fazendo. Foi aí que nasceram as primeiras parcerias.

Quando se deu conta de que estava ficando conhecida no mundo da moda?  Acho que o ano passado me marcou. A Universidade de Harvard publicou um estudo sobre o The Blonde Salad, a revista Forbes me listou como umas das 30 pessoas mais poderosas na moda com menos de 30 anos, fui capa da Vogue Espanha

Você se apresentaria como uma blogueira, digital influencer ou business woman? Business woman. Todo mundo com uma conta numa rede social pode ser uma influencer, mas nem todo mundo pode ser uma mulher de negócios. Tenho minha grife de sapatos há três anos. Todos os modelos são feitos na Itália e seguem meu estilo pop, glamouroso e único!

Quem te inspira, Chiara? Minha família, meu time, meus amigos. Sempre que tenho um tempo livre, fico com eles. Eles são preciosos, me dão apoio e força.

Qual a melhor e a pior parte de ser Chiara Ferragni? O melhor é poder me relacionar com as pessoas criativas de diferentes áreas e conhecer os lugares mais incríveis! Só neste verão eu fui aos Hamptons, Cuba, Puglia… Difícil mesmo é conseguir tempo para almoçar com a minha família. Mas dou meu jeito.

A matéria e o editorial completo poderão ser conferidos na edição que chega às bancas hoje.