Iris Van Herpen & Robôs de impressão 3D em seu desfile de Primavera Verão 2016

Pra quem não conhece Iris Van Herpen é uma estilista holandesa (que eu aDoRo e como não coloquei no Blog nada sobre ela ainda, resolvi mostrar um pouquinho do seu trabalho). Nascida em 1984 na cidade de Wamel, iniciou sua própria marca em 2007, após se formar em Design de Moda na ArtEZ, em Arnhem, também na Holanda. Enquanto estudante, ela estagiou com ninguém menos que Alexander McQueen, em Londres. Além de McQueen, Hussein Chalayan e Nicolas Ghesquière que são os designers mais admirados pela estilista.

Robôs de impressão 3D ‘performance artística tecendo cordões’

Suas criações frequentemente misturam elementos de moda, arte e escultura, usando materiais específicos do design de produtos e da arquitetura.  Além da matéria-prima diversa, Iris coloca a tecnologia a seu favor, já que algumas peças são desenhadas no computador e feitas a laser, pois utilizam técnicas difíceis de serem feitas à mão. No entanto, em boa parte de seu trabalho, a estilista combina o uso da tecnologia com artesanato.

Nesta temporada de Primavera Verão 2016Iris apresentou uma coleção que, embora não tão chamativa como coleções anteriores, muito linda. As modelos com cabelos presos para trás e maquiagem neutra, encarnaram a aura de uma mulher guerreira forte.

Ela apresentou na passarela vestidos feitos de corte a laser e uma malha de impressão 3D feita por robôs sobre o corpo da atriz Gwendoline Christy (a Brienne de Tarth de Game of Thrones). Iris Van Herpen com certeza merece o apelido de sucessora de McQueen! Segundo a estilista, sua coleção de Primavera Verão 2016 foi inspirada nas pontes de árvores vivas da Índia.

“O belo potencial das plantas e outros organismos para formar arquitetura me inspirou a fazer uma coleção que está emaranhada como um labirinto ao redor do corpo”, disse a estilista sobre sua coleção de Primavera Verão 2016.

Confira: Iris Van Herpen *2016 Spring Summer*

Este slideshow necessita de JavaScript.

Os sapatos foram inspirados pelos  altos chopines, tão populares nos séculos XVI e XVII em Veneza, mostrando como Iris se inspira no passado para trazer sua especial visão futurista sobre a moda. De acordo com a Vogue, os chopines costumavam ser um marcador de posição social, mostrando o status ou a disponibilidade das senhoras. A exibição de riqueza das senhoras era mostrado ​​pelas altas plataformas e as saias.

Mas Iris não se concentrou apenas no show espetacular, ela também dá especial atenção aos detalhes. Apresentando leggings futuristas e vestidos com malha tridimensionais cheias de cristais Swarovski.

Iris é uma estilista que destoa de um jeito bom do tradicionalismo recorrente dos estilistas da alta-costura, que, para ela, precisa de uma nova imagem, novas técnicas, experimentações, materiais e conceitos modernos, como são o futuro e a inspiração da moda. Entre todos os “couturier”, Ricardo Tisci é seu preferido, pela maneira que utiliza artesanato de uma maneira nova. “É tradicional e futurístico ao mesmo tempo”, explicou ela.

Espia Só!

Se a alta-costura precisa de novidade, talvez atenda pelo nome de Iris Van Herpen.

 circulo1

Fonte: STylo Urbano

🌸🌷🌼🌹🌸

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.